2014-08-11 Marcha Noturna - Luar de sombras do Rio Lima

A Lua deste domingo, 10 de agosto, vai ser a mais especial do ano.

O fenómeno da Super Lua vai acontecer em noite de Lua Cheia e vai estar 14% maior e 30% mais brilhante. Se o céu estiver limpo, ainda melhor.

Fala-se em Super Lua sempre que o instante de Lua Cheia ocorre quando a Lua está a uma distância da Terra inferior a 110% do perigeu da sua órbita, explica o Observatório Astronómico de Lisboa.

É possível ocorrer uma Super Lua frequentemente, mas nem todas terão o mesmo tamanho e brilho aparentes.

É por isso que este domingo a noite vai ser especial. Este verão, as Luas Cheias de 10 de agosto e 9 de setembro serão Super Luas.

 
A Super Lua mais favorável para observar será a deste domingo, por um lado porque os instantes do perigeu e da Lua Cheia estão menos desfasados e por outro lado porque são próximos do instante do nascimento da Lua.

“Estando a Lua próxima do horizonte, ocorre um efeito extra de ampliação, mas que é apenas uma ilusão produzida por razões ainda não totalmente compreendidas pelos astrónomos e psicólogos”, explica o Observatório.

O nascimento da Lua em Portugal Continental está marcado para as 20h16 deste domingo. Não se esqueça de olhar para o céu. Uma Lua igual a esta só se volta a repetir a 28 de setembro de 2015.

http://observador.pt/

Luar de sombras do Rio Lima

Pois é, foi este o mote, para esta caminhada tão falada durante o ano. Era para ter sido realizada no domingo dia 10, dia de Lua Cheia, não acontecendo assim devido ás previsões meteorológicas.

Contudo pelo facto de ter sido realizada no dia a seguir,  2ª. feira em nada prejudicou o objectivo pois que a noite  nos brindou com um luar excelente.

O local de encontro como quase sempre foi em Viana, partindo para Ponte de Lima onde o grupo engrossou com os companheiros (as) limianos, rumando daí para Ponte da Barca.

Pouco faltava para as 22H00 de 2ª. feira quando os 30 participantes arrancaram da Vila de Ponte da Barca, para realizar esta caminhada que após percorrer 17,5 Km nos levou até ao final em Ponte de Lima, aonde chegamos era 02H30.

Caminhar acompanhados pelo luar da Grande Lua, foi uma experiência positiva, permitindo-nos a oportunidade de vislumbrar, as sombras, recortes e reflexos dos montes e dos arvoredos nas águas do rio Lima, assim como das luzes dos pequenos lugarejos que se reflectiam no espelho das águas por entre o negrume nas partes mais sombreadas.

Passando pelo lugar da Fonte Santa em Bravães, houve oportunidade para breve visita, aproveitada por alguns para provar as suas águas sulfurosas em tempos idos, usada para fins terapêuticos.

Pelo caminho de quando em vez as lanternas eram direccionadas para algo que se pretendia vislumbrar, ou para fazer acalmar algo mais suspeito.

Fomos assim passando por locais já nossos conhecidos mas de dia, mas que agora se afiguravam de uma forma diferente.

A paragem de reabastecimento foi feita nos moinhos da Gemieira, onde foram tiradas várias fotos, e onde houve nova oportunidade para ver o local de uma forma diferente.

Durante o trajecto também não faltou a boa disposição, contando desta vez com a sempre alegre e bem disposta companheira Maria José, procurando alegrar  o grupo,  esperando contar com a sua presença sempre que possa.

Chegados a Ponte de Lima, houve que aguardar que os condutores fossem buscar as viaturas a Ponte da Barca, tempo esse aproveitado para amena cavaqueira sob o orvalho da noite, com pena de nem o “27” estar aberto aquela hora.

Após as despedidas da praxe, fez-se o regresso a casa, pois que a noite já ia bastante avançada.

Miguel Moreira
Vianatrilhos

Dados do percurso

Informação sobre os aspetos mais significativos:

Data 2014-08-11
Distância 17,5 Km
Nº de participantes 30